segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Nada tão complicado quanto os menores defeitos



Eu poderia abrir a janela toda manhã e ver o sol que brilha lá fora se ele não ardesse minha vista já cansada, poderia sorrir levemente quando me lembrasse de ti se não doesse tanto em minha alma. Não existem facas, nem navalhas, a dor é controlável e a lagrima inevitável. Mas mesmo assim, aqui estou com uma face cansada e um sorriso embriagado, aquele cigarro torto entre os dedos, sempre a te esperar. Pois você, somente você, consegue me dominar, e sinceramente eu odeio o poder que você exerce sobre mim.

9 comentários:

Mr. Junior disse...

Não sei porque, mas esse texto foi cortante igual navalha! Adorei a sinceridade crua que ele inspira.

www.fogoaberto.blogspot.com

Moniquetudybom disse...

Ele exerce poder sobre mim, mesmo que longe
e é el que fuma!
isso é fedorento.Odeio!

Joshua disse...

Esse texto me trouxe uma amarga lembrança. Mesmo assim gostei dele.

Erica disse...

Ele me fez lembra meu passado
bjs
texto bom!

Ana Lucia Nicolau disse...

é complicado quando alguém domina tanto assim....

Rafael disse...

Nooooossa! Gostei MUITO! Cara, parece destino.. estou procurando uma mina para escrever junto no meu blog, para participar dele e tal.
Em meu blog somos 3, mas precisamos de um toque feminino para ser especial, hahahaha.

da uma passada lá, se interessar deixa um recado, www.hisdream.wordpress.com , dxa um recado lá.

Meu msn é rafamarruda@hotmail.com, se interessar.

palavras ao vento disse...

um sorriso embriagado....interresante esse parte...quantas vezes ja sorri assim....


http://verdadesentrementiras.blogspot.com/

Rafael disse...

Então, add sim lá no msn. Podemos criar uma coluna pra vc escrever por semana, ou 2 vezes na semana, falar sobre um asunto q vc goste, dai assim transferir publicos do seu blog pro meu e do meu pro seu tb.

Gostamos muito da sua forma ácida de escrever, esperamos seu contato!

www.hisdream.wordpress.com

Thiago Assis disse...

que lindas palavras... *.*