domingo, 14 de fevereiro de 2010

Um fevereiro certeiro


Avassalador, tenebroso e rápido. Límpido como aquela água que roçava nosso corpo em chamas. Um beijo selado por uma mistura colidente de proibição. A intensidade do intenso sempre me impressionou muito e dessa vez não foi por menos. Os pensamentos iam cada vez mais ultrapassando os limites das horas. E sinceramente, sonhar com os pés no chão é tão fascinante quando realmente se sabe sonhar. Num olhar lançado ao nada uma duvida se formava, num sorriso disperso a mesma satisfação só aumentava. Mesmo que rápido foi tão certeiro, me fez sentir tanto pelo desconhecido. O desconhecido que sempre me trouxe medo, hoje está me fazendo falta. E nessa falta, quem sabe um dia eu consiga transformar as varias vidas de um único dia em vários dias de uma mesma vida a dois pra nós dois.

2 comentários:

xmuhx disse...

Olha até que ficou bonito, só falta você achar seu complemento que está te fazendo falta. =)

xmuhx

Tania Montandon disse...

Excelente texto, denso, articulado, misturando lirismo, profundidade, humor sutil e belo manejo na articulação das idéias, Gostoso de ler!
beijo