sábado, 29 de novembro de 2008

Versos inversos


Ando sentindo medo do meu passado voltando. As coisas tornaram sem graça e sem gosto, não me sinto empolgada e nem ao menos ansiosa. Mas eu queria que chegasse logo o daqui a pouco. Ando sentindo medo de olhar aqueles olhos faiscantes que acabaram apagando o brilho que existia no meu. Caminhar, tropeçar, cair, levantar e caminhar novamente, é isso que ando fazendo e refazendo. Andei escrevendo asneiras, andei perdendo as estribeiras, andei para respirar novos ares, andei só por andar. Sinto saudades dos bares mais sujos, das doses mais fortes e do perigo da noite, sinto saudade de quando eu falava verdades e de quando omitia duvidas, sinto saudade das conversas mais loucas e dos papos mais sensatos, sinto saudade de quando eu realmente sentia saudade. Eu acabei de tornar as coisas mais difíceis, me peguei pensando em você, acabei esquecendo de mim. Andei me perdendo nessa noite sem estrelas, eu sorri para o estranho e acabei tropeçando. Me peguei pensando em ti, em teus cachos cortados e nos tênis furados. Andei sentido sua falta, peguei sua carta, seus presentes e sua blusa, deitei na minha cama, acendi mais um cigarro. Seu cheiro ainda esta no meu quarto, ainda esta em mim e nas minhas roupas. Eu havia esquecido que sonhar contigo torna as coisas mais fáceis, mas acordar sem você trás lagrimas, eu não chorei quando acordei, eu não sorri quando dormi. Deitei-me na cama novamente, escrevi outra carta pra ti, mais uma que nunca entregarei. Me perdi nas minhas próprias palavras, mergulhei e me afoguei em lagrimas. Eu só queria parar de falar de você, de pensar em nós dois e de esperar o daqui a pouco. E você ainda me faz bem.

21 comentários:

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

O sentmento de saudade éinerente ao ser-humano. A saudade é um sentimento bom na medida do possível, pois graças a ela, não esquecemos aqueles momentos bons. Na qual nos faz sorrir ao olhar um porta retrato ou a chorar diante da tela do computador.
A saudade nos faz lembra que ainda estamos vivos e que nósvevemos momentos bons em nossas vidas. e isso é que faz a vida valer a pena...

Parabéns pelo análise...

http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

Ronaldinho disse...

a saudade é foda, as vezes odeio sentir saudade, um tempo que se foi, bom ou não, que não volta mais....

J.F. Marques disse...

a saudade é foda, as vezes odeio sentir saudade, um tempo que se foi, bom ou não, que não volta mais.... [2]

Anônimo disse...

Sentimento saindo pela culátra ai hein?!
Gostei de cada versos, principalmente os finais, se escrevese poemas, acho que mandaria bem.

Outro detalhe é a imagem de Banksy, grande artista.
Grande abraço, melhoras.





http://ajairon.blogspot.com/

J.F. Marques disse...

Sentimento saindo pela culátra ai hein?!
Gostei de cada versos, principalmente os finais, se escrevese poemas, acho que mandaria bem.

Outro detalhe é a imagem de Banksy, grande artista.
Grande abraço, melhoras. [2]
*Risos* (Aprendi com você comentar assim)

James Mytho disse...

Oi.

O texto passa-me a impressão que a pessoa busca no outro sua complementação, visando o preenchimento de suas carências e, após isto, a tentativa de reviver um "eu melhor".

Bem, penso que está em nós este complemento, liberando a mente de todas as amarras psíquicas que atravancam a evolução de nosso ser, bem como a própria tentativa de ser feliz.


Saudações !

Juliana Valério disse...

muito o post,falou sobre a carta que não entregou,já passei por isso,cartas que fiz mais não entreguei,e a pessoa que não sai do meu pensamento.


comenta de volta?
http://juliana-valerio.blogspot.com

Flávio Souza disse...

Olha - eu partilhei muito deste texto seu - creio que passei por um momento assim quando escrevi este texto aqui

http://epifaniabr.blogspot.com/2003/06/ando-conjugando-verbos-de-morte-e-tudo.html#links

Pedro453dm@hotmail.com disse...

agora eu sou seu fã !

gostei muito do sentimento em cada palavra

vc soube usar muito bem as palavraas pra transportar os sentimentos

eu me identifico muito com seu estilo
mas eu sou mais analitico, e menos sentimental
mesmo assim, seu texto me tocou

Baluarte disse...

Eu vivo a saudade todos os dias, eu sei bem como são todas as sensações que ela traz, inclusive as que venho tentando expressar em palavras a tanto tempo mas, que sem definição, só são expressas em forma de lágrimas. :/

seu texto despertou sentimentos e sensações aqui, e isso é o que faz de um texto bom ou ruim, verdadeiro ou não, forjado ou real. você manda bem.

http://

Thiago Assis disse...

Ser saudosista não é o meu ponto natural, infelizmente. Às vezes queria sentir saudades de algo, mas não consigo. Também não o motivo disso.

Te encontrei na comunidade "Eu tenho um blog" e vim conhecer teu espaço.
Adorei tua escrita.
Peço permissão para visitar aqui mais vezes. Te adicionaria aos meus blogs favoritos e assim lembraria de passar sempre que houvesse uma nova postagem...

Thiago Assis,
www.thiagogaru.blogspot.com

Blog disse...

No momento nao estou podendo ler coisas desse tipo, com esse teor sentimental, estou vulneravel. Se e que vc me entende.

Ricardo Winchester disse...

Legal o texto, parabens!!!!

Falar sobre o sentimento saudade é mtu complicado, ao mesmo tempo que é bom pelo fato apartir da saudade vc pode descobrir outros sentimentos por outraS pessoas, é ruim por as vezes não aguentar senti-lo


Braz

Isa Mangelli º disse...

Transparecer em palavras o que se sente é uma farsa. Nunca chegaremos ao exato do que sentimos e tão pouco transpareceremos a realidade do que se passa onde só nós temos acesso, o coração. Mas enfim, a gente tenta.
Admirei a forma como escreve e
narra os sentimentos.
Saudade é dor. É inenarravelmente angustiante e dramáticamente melódica.

Parabéns pelo blog!
Abraços,
Isa Mangelli.

http://isamangelli.blogspot.com/

André disse...

descornamento é o que mais nos inspira. as vezes fica repetitivo por que cada um lida de um jeito com a rejeiçao. abraços!!

Danilo disse...

que texto bonito. impressionante o que conseguimos escrever quando estamos tristes, quando sentimos falta de algo.

"eu sorri para o estranho e acabei tropeçando".

a gente sempre tropeça com esses estranhos mesmo.

e é porque você estava sem inspiração hein? ^^

Juliana Valério disse...

Primeiramente,obrigada pela visita :)

é sim né?
já posso ser presa..rsrsrs'

Thiago Assis disse...

Que bom que gostaste do meu blog ^^

E já que você permitiu, adicionei o teu. =]

Thiago Assis
www.thiagogaru.blogspot.com

www.manufatura-nova.blogspot.com disse...

Heyyyyyyyyy!!

Retornei!=DD
E vc, cm sempre, com seus textos maravilhosos!! Estava com saudade de vir aqui!=]

-----------------------------------------
Olá! O Endereço do Blog Manufatura-Nova agora tem um "tracinho" no meio! ;) Acesse:
http://manufatura-nova.blogspot.com/

Lucas disse...

Está aqui alguém que necessito ler com mais frequência. (A trema cairá em desuso, não?)

Moniquetudybom disse...

"Caminhar, tropeçar, cair, levantar e caminhar novamente, é isso que ando fazendo e refazendo. Andei escrevendo asneiras, andei perdendo as estribeiras, andei para respirar novos ares, andei só por andar. "
Cara, tudo a ver comigo hoje.