sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Um real abstrato


Menina de vários amores, paixões ou até mesmo compaixões, aquela que ama e quando se engana sempre diz que não era amor. Menina fácil de esquecer, vários perfumes, várias mascaras, vários delírios. Menina que se engana, engana os outros e a si mesma. Não tenho sentimentos verdadeiros, sou menina de sentidos obscuros, ora apaixonada, ora perdoada, mas nunca desmascarada. Suas mascaras amplas sempre a disfarça, ontem feliz, hoje em gargalhadas, mesmo com aquele aperto no coração, seu fingimento não deixa transparecer, aquela lagrima derramada, por ele, por você, por qualquer um. Menina dos olhos claros traçando o impossível, sente-se diferente e acima de qualquer um, no seu quarto, apenas no seu quarto. Vícios declarados, olhares disfarçados, amores inacabados e livros pré começados, sua vida é vivida em vão, no compasso dessa dança ela perdeu o próprio chão, mas para ela o divertido mesmo é voar, mesmo sem saber, mesmo sem querer, mesmo ainda com os pés no chão. Menina que se diz cansada para parecer mais forte, cansada disso, daquilo, do ontem, do hoje e até mesmo do daqui a pouco. A olheira já está profunda, mas o sono ainda não chegou e pelo visto, demorará a chegar.

14 comentários:

Dário Souza disse...

Muito lindinho,queria conhecer alguem como essa menina,quem sabe conheço e nem sei disso.Tu escreve muito bem,parabens pelo texto e pelo blog

Guilherme Bandeira disse...

Adorei o blog...gosto muito de poesias...são suas?...retribuindo a visita...espero q volte lá..rs

beijao

www.olhaquemaneiro.com.br

Sandro disse...

Muito bom o blog , gostei muito !

Guilherme Bandeira disse...

Parabéns...profundamente maneiros...rs...

www.olhaquemaneiro.com.br

к.м.    disse...

"amores inacabados e livros pré começados" [2]

Adorei o texto, vou até deixar o seu endereço reservado pra voltar aqui depois com mais tempo.

Meus singelos cumprimentos à sua pessoa.

Até Mais Ver

K. Markgraf

Bala disse...

Meninas passam fases confusas.

Lucas disse...

Menina.
Sim?
'Vida é vivida em vão', soa gostoso demais.

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

Acredito que muita gente já se sentiu assim. Eu mesmo me identifiquei com o texto, em algum momento de minha vida.


http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/

Thiago Assis disse...

E no final tudo se resume a uma coisa: máscara.
Isso sim é um vício enraizado.
Dificil de largar em determinadas situações.

Danilo disse...

Gostei muito do ritmo do texto, realmente é uma dança. Em relação aos sentimentos, também me sinto assim, principalmente nesses últimos dias. Acho que é o fim do ano, nunca gostei.

MARCOS LEITE disse...

Minha amiga!adorei seu blog,sabe,és muuito criativa,e tem dom.

MARCOS LEITE disse...

linda,será que gostaria de fazer-mos parceria?

JessyS KingS disse...

Eita!
Muito bom, e o pior foi que me identifiquei, não sei nem se isso é tão legal quanto parece mas...

Perai.... 2 minutos! disse...

Acredito que as vezes as pessoas se sentem assim... e não conseguem durmir tal como a menina.! =/